AUTOBIOGRAFIA

Joaquim Casariano Coelho Campina

Natural de Tavira (Algarve) Portugal
Data de Nascimento 19 fevereiro de 1933
Arribou a Argentina aos 13 anos de idade com o 2º ano de Liceu, completando o Bacharelato no Instituto Iara de Buenos Aires.
A partir dos 16 anos integra a sub Comissão de Jovens do Clube Portugues da capita, integrando durante alguns anos o Rancho Folclórico "Alegrias Portuguesas"
Foi autor, director e interprete da primeira obra de teatro em lingua portuguesa realizada em Buenos Aires com o título de "E não era do mesmo sangue", cujo debute levou-se a efeito no Clube portugués perante mais de mil pessoas no 1º de dezembro de 1950.
No ano de 1971 regressa a Portugal com sua familia (mulher e filho), perante a morte de seu pai, ocupa seu lugar como socio gerente na Empresa Stand Campina, localizada no Arco do Cego em Lisboa.
Regressa a Buenos Aires no ano de 1985.
Integra a Comissão directiva de Clube Portugués a partir de 1988 nos cargos de vogal, pró-secretárioaté 1994, sendo lapso, director de programa radial "A Voz do Clube Portugués", director do Boletím Mensual da Instituiçao, fundador do Coro estable do Clube Portugués e impulsor da criação da Sub-Comissão de jovens na altura totalmente inexistente.
Integrou como delegado dol Clube Portugués o Conselho das Comunidades Portuguesas da Rep. Argentina, a partir do ano 1988, sendo designado representante portugués perante a Direcção Geral de Imigrações como assim também delegado portugués perante o Conselho das Comunidades Europeias radicadas na Argentina.
Membro da Comissão Directiva do Hospital Portugués de 1995 a 1998.
Eleito presidente do Conselho das Comunidades Portuguesas em 1992, tendo sido reeleito por tres períodos consecutivos de dois anos cada
Como presidente do Conselho foi o impulsor da organização anual da Festa das Comunidades, onde anualmente são distinguidas homens e mulheres da comunidade com a Medalha de Mérito do Conselho e ao mesmo tempo procuramos a angariação de fundos destinados no caso de necessidade a ajudar algum compatriota no estado da indigencia. Organizan-se pela primeira vez Campeonatos Inter-Comunitários com múltiplas disciplinas com a intenção de ir integrando a nossa juventude luso descendente junto das Instituções fundadas pelos seus ancestros, convencidos totalmente que, ou os jovens tomam o nosso lugar ou as comunidades teminarão por extinguir-se.
Reforma-mos os estatutos do Conselho com o fim de introduzir a cração da sub-comissão de Jovens luso-descendentes no seio do Conselho, agora em pleno funcionamiento.
Autor de varias conferencias sobre Portugal.
Em abril de 1992 funda o Jornal Portugués, único periódico de língua portuguesaeditado na Rep. Argentina.
Foi homenageado pelña revista "Portugal" com o Trofeu "Prestigio e Delicação"e pelo Secretário de Estado das Comunidades Eng. José Lello com a Medalha de Mérito do Conselho das Comunidades Portuguesas e recentemente com uma Plaqueta ao Mérito pelo Conselho das Comunidades da Rep. Argentina.
No passado 27 de abril de 1997 foi eleito por amplia maioria Conselheiro das Comunidades Portuguesas pela Argentina, tendo sido postulado pelo Hospital portugués, Clube Portugués de E. Echeverría e pela assocciação Portuguesa de Santos tesei.
A 22 de agosto de 2007 a OMHS (Obra Mundial Pro-Humanidade Solidária) distingue-o com o Título de "Nobreza Meritocratica" e a distinção "Estrela Academica Universal" com o rango de Eminência da Humanidade Solidaria no Acto nº 168 de Honra Pública de Valores Sociaias acreditando-se seu nome no Registro Mundial de Valores do Género Himano Folio nº 362/363.
No mes de Outubro de 2013 é eleito presidente do Clube Portugués da Cidade de Buenos Aires.









FOTO: Joaquim Casariano Coelho Campina